JULIA SAMPAIO

A Júlia Sampaio é um caso de sucesso anunciado, como aluna de piano Popular. O seu professor fez esta previsão na descrição da foto dela, no álbum do Musicemus 2015, do Facebook. Assim descreveu o prof. Natanael Pedro: “...Atenção alunos de piano e teclado: A partir de 2016, a veterana Júlia passa a cursar Piano, por decisão própria. Corra(m) na frente! Pois aí vem a Julinha com o seu talento. A escolha da música foi mero acaso”. Foi mesmo? Acaso ou não, o trocadilho se explica pelo nome da música Corre! (Jesse & Joy, na versão de Boyce Avenue), que a Julinha cantou, acompanhando-se ao violão. Confirmando o vaticínio do professor, a Julinha trouxe agora, para delírio do público, a romântica Amor Perfeito de  Michael Sullivan e Paulo Massadas, que fez sucesso na voz de Roberto Carlos. Quem não prestou atenção ao anúncio da música no teatro, reconheceu-a instantaneamente, no momento em que ela executou as primeiras notas ao piano, ainda na introdução. Apaixonados e desapaixonados cantaram juntos. A Julinha, participativa, persistente, ainda integrou o Cemus Coral, no contralto, e, mais uma vez, foi indicada para aluna modelo 2016, pela surpreendente evolução ao piano, que é hoje seu segundo instrumento.

No tocante à mais recente Audinter de Outono, a talentosa aluna levou em conta as ponderações de sua mãe, e optou por fazer uma execução instrumental, coisa que não fazia há algum tempo. Mostrou o áudio da Game Of Thrones, na versão do cover de luxo, Boyce Avenue, para o seu professor, o qual, após compará-la com a original, adaptou-a para o piano. O resultado foi extremamente compensador. O público amou. Ficou para após a apresentação, o incremento dos desenhos da mão direita entre uma frase e outra, com os dedos da mão esquerda, mantendo-se impassíveis em seus toques simétricos, sem se confundir com as acrobacias da mão direita.